Anúncio
InícioBlogMinha opiniãoMinha Opinião - Onde estarão as Centrais Sindicais num eventual governo Lula...

Minha Opinião – Onde estarão as Centrais Sindicais num eventual governo Lula em 2023?

Por Lemuel Rodrigues 

O ano de 2022 nos traz um grande desafio político que é derrotar Bolsonaro e qualquer outra candidatura de direita, seja Moro, Dória ou quem quer que se apresente como terceira. Para mim isso é fato consumado. No entanto, existem algumas questões que precisam passar pelo amplo debate com a sociedade e, em especial com o movimento sindical.

O discurso predominante é o combate ao fascismo e, encoberto em nuvens negras as reformas trabalhista, previdenciária e administrativa, as duas primeiras levaram a milhões ao desemprego e ao trabalho informal ou como pregam os filhos do sistema “S” empreendedorismo, e a terceira, se aprovada, afunda de vez o serviço público voltando ao tempo dos famosos bilhetinhos de políticos empregando os seus.  

Levantei o questionamento sobre as a relação entre as centrais sindicais  e um eventual governo Lula a partir de 2023 com base no primeiro governo do PT em 2003, vejamos alguns pontos: os salários continuaram precários, porém se garantiu acesso as universidades, ampliou-se o crédito educacional mas, incentivou o crescimento das instituições privadas de ensino superior, apoiou a agroecologia e ao mesmo tempo o agronegócio, deu autonomia aos pobres, mas com assistencialismo, e quanto ao movimento sindical, o governo conseguiu aparelhar parte das centrais sindicais, em especial a CUT, ao ponto de se tornar um escritório de representação do governo fora do Palácio, reconheço que sem a CUT não se faz grandes mobilizações no Brasil.

Foto: CUT

A burocracia sindical ocupando cargos no Palácio enfraquece os movimentos, afasta os partidos ditos progressistas de suas bases e dificulta a formação de novos quadros de liderança sindical. Não sou contra locar lideranças sindicais em funções de governo, afinal de contas, cada um governa com os seus, mas no momento que as lideranças sindicais ocupam cargos na máquina pública elas passam a prestar um desserviço ao movimento, silencia, enfraquece as mobilizações de rua, se afasta das bases, torna o movimento subserviente aos interesses do governo e, aqueles sindicatos ou centrais que venham a se opor passam à condição de inimigos, pelegos, reacionários, e por aí vai.

E em 2023, num eventual governo Lula tendo como base os partidos de centro e de esquerda, ele terá forças para enfrentar a agenda neoliberal fortalecida pelo governo Bolsonaro, irá desfazer todo o mal que Bolsonaro ampliou, digo ampliou, porque os governos anteriores já vinham fazendo – Temer, Dilma, Lula, FHC -? a Faria Lima e Dubai irão permitir? E se continuar com a agenda neoliberal, iremos às ruas contra o governo Lula?  Poderemos contar com a CUT e com seus milhares de sindicatos afiliados ou serão quatro gatos pingados liderados pelos sindicatos que não são aparelhados pelo PT/PCdoB?

ARTIGOS RELACIONADOS

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Anúnio -
Google search engine

Mais Populares

Comentários Recentes

Receba notícias
NE 360
Assinar!
Não enviaremos spam. Seus dados protegidos.