Anúncio
Google search engine
Google search engine
InícioBrasilDocumentário expõe consequências do massacre do Pinheirinho, em São Paulo

Documentário expõe consequências do massacre do Pinheirinho, em São Paulo

Em 22 de janeiro de 2012, o prefeito de São José dos Campos, Eduardo Cury, o governador do estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, a juíza Márcia Loureiro da 6ª Vara Cível de São José dos Campos, mobilizaram um efetivo de dois mil soldados da Polícia Militar armados com escudos, armas, cassetetes, bombas de gás e spray de pimenta, além de dois helicópteros e da cavalaria. O objetivo: expulsar cerca de 1,7 mil famílias – homens, mulheres, pessoas com deficiência, idosos e crianças – da ocupação Pinheirinho dos Palmares, localizada em um terreno em São José dos Campos, interior de São Paulo.

A ação foi reconhecida como um dos maiores crimes de Estado contra os direitos humanos cometidos no período pós-ditadura militar. A partir do que foi possível apurar se pôde concluir que a desocupação não planejada e realizada de forma violenta, no mínimo gerou gastos acima de R$ 416 milhões de reais.

A origem da ocupação, a resistência, a desocupação, os crimes de estado, o destino das famílias da maior ocupação urbana já registrada no país, sua organização, sua busca por justiça e a vitória na conquista da moradia é o foco do documentário “Pinheirinho dos Palmares: a luta contra injustiças”, que será lançado no bairro Pinheirinho dos Palmares no próximo dia 22 de janeiro às 19h, data em que se completam 10 anos do massacre. Às 18h acontecerá diálogo sobre a conquista na construção do bairro e das moradias.

“A produção Pinheirinho dos Palmares é uma contribuição para superar o negacionismo em relação aos inúmeros crimes de estado praticados contra a comunidade do Pinheirinho”, conta Everton Rodrigues, diretor do documentário.

“Negar o massacre do Pinheirinho significa ignorar a própria história de escravidão e criminalização da população excluída no Brasil!, completa.

O terreno que foi ocupado é parte da massa falida da Selecta S/A, de propriedade do especulador acusado e preso por corrupção, Naji Nahas, e jamais atendeu à exigência do artigo 5º da Constituição Federal, sobre a função social da terra. Além disso, o empresário acumula dívida acima de R$ 190 milhões com a prefeitura por não pagar IPTU entre 1981 e 2022.

Pessoas de outras cidades e estados ou que não conseguirem se deslocar até o bairro, poderão assistir ao documentário no dia 5 de fevereiro às 19h através da internet. Para assistir em casa, através da internet o ingresso no valor de R$ 10,00 poderá ser adquirido no link www.even3.com.br/PinheirinhoDosPalmares

ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Anúnio -
Google search engine
Receba notícias
NE 360
Assinar!
Não enviaremos spam. Seus dados protegidos.

Mais Populares

Comentários Recentes

Receba notícias
NE 360
Assinar!
Não enviaremos spam. Seus dados protegidos.